segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A SEQUÊNCIA OPERACIONAL.


NO CAPÍTULO ANTERIOR FALAMOS SÔBRE OS TIPOS DE LOTES.
INTEGRAL OU SECCIONADO.

QUAL A MELHOR FORMA DE DEFINIR O TIPO DE LOTE?

O FATOR QUE DEFINE O TIPO DE LOTE A SER UTILIZADO É O NÚMERO DE PARTES DO MOLDE.

VAMOS CITAR UM EXEMPLO:

-CAMISETA REGATA,
- DUAS PARTES ( FRENTE E COSTAS).
-SERÃO SOMENTE TRÊS OPERAÇÕES ATÉ O PRODUTO FICAR PRONTO.  
-UNIR  OMBROS,
- FECHAR  LATERAIS
- FAZER  BAINHAS.
NESTE TIPO DE PRODUTO O LOTE DEVE SER INTEGRAL.

AGORA VAMOS A OUTRO EXEMPLO::

-CAMISA MASCULINA MANGA LONGA.
É UM PRODUTO COMPOSTO DE NOVE PARTES.
SÃO MUITAS OPERAÇÕES ATÉ O PRODUTO FICAR PRONTO.
-COLARINHO/PÉ,
-PUNHOS,
-FRENTE/BOLSO,
-COSTAS/PALA
-MANGAS/CARCELAS.
NESTE TIPO DE PRODUTO O LOTE DEVE SER SECCIONADO.

SE O LOTE FOR INTEGRAL NESTE ARTIGO, DIVERSAS PARTES FICARÃO PARADAS NO LOTE. SERÁ UM TEMPO DESPERDIÇADO..

SE O LOTE FOR SECCIONADO”,  PODEREMOS PREPARAR DIVERSAS PARTES SIMULTÂNEAMENTE.
COM ISTO CONSEGUIREMOS REDUZIR O TEMPO DE PASSAGEM DO LOTE NA FABRICAÇÃO E O NÚMERO DE PEÇAS CIRCULANDO NA COSTURA..

 próximo capítulo:- SEQUÊNCIA OPERACIONAL (2ª PARTE) -O LOTE SECCIONADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário